aforismos

quando as linhas embaraçam, quem desfaz os nós?